quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Árvore de grande porte sob ameaça de morte por causa do Estoril Open

Segundo várias notícias veiculadas na comunicação social, João Lagos terá pedido autorização ao IDP para abater uma árvore de grande porte de forma poder expandir a capacidade do court central do Estoril Open para 9.000 lugares.

Fazemos sinceros votos que o IDP não conceda tal autorização - a árvore está lá há dezenas de anos e não é ela que tem de sair. Se alguma coisa tem de ser mudada são as instalações do Estoril Open. Se querem expandir a capacidade, que o façam sem ser à custa de bens públicos, árvore incluída. Não tem justificação abater uma árvore com dezenas de anos para poder expandir a capacidade dum court que provavelmente só ficará cheio uns 2 dias, se tanto...

Aliás, porquê esta insistência em continuar a realizar o Estoril Open no Complexo do Estádio Nacional, um lugal sem condições nem vocação para um evento desta natureza? Qual é o motivo da organização deste torneio não aceitar realizá-lo noutro local, como já lhe foi sugerido pela Câmara Municipal de Oeiras, que alegadamente até disponibilizou terrenos?

Sem comentários:

Enviar um comentário