sábado, 5 de fevereiro de 2011

Piscinas do Jamor - continua a pouca vergonha!


A Liga dos Amigos do Jamor foi informada de que as ilegalidades na contratação dos monitores de natação do Complexo de Piscinas de Jamor não só continuam, como se alargaram aos monitores da sala de exercícios...

Algumas pessoas talvez já estejam esquecidas, mas aqui há cerca de 2 anos atrás, o IDP "despediu" sumariamente vários monitores de natação, alguns dos quais aguardam o desfecho das acções que puseram em tribunal. Os que ficaram, passaram a contratos de avença (recibos verdes), mudando de empresa dia sim, dia não, ao sabor das várias empresas de outsourcing (uma forma moderna de escravatura) que se vão sucedendo no "fornecimento" de monitores ao IDP, como se de simples pãezinhos se tratasse.

Neste momento, não sabem para quem trabalham, nem sequer se serão pagos... É este mesmo Estado que apregoa aos quatro ventos que quer acabar com o "flagelo" dos recibos verdes que recorre a estratagemas dignos dos senhores da Idade Média... Os modernos servos da gleba têm pouca escolha: ou se calam e aceitam trabalhar sem chiar, ou vão para a rua!

Por outro lado, também fomos informados que as máquinas de ozono que deveriam assegurar o tratamento da água das piscinas estão avariadas há muito e que não há dinheiro para as arranjar. Por isso, a água está a ser tratada só com cloro, sem que os utentes tenham sido avisados desse facto. Irrelevante? De forma nenhuma! Há muitas pessoas que recorrem às piscinas do Jamor precisamente por estas supostamente serem tratadas com ozono, já que são alérgicas ao cloro. Fica assim explicada de vez a estranhíssima cor verde da água e a espuma que tanto tem intrigado os utentes...

Como se este panorama desolador não fosse suficiente, a piscina olímpica continua um autêntico cemitério de pastilhas elásticas e objectos diversos. Continuam a haver vários azulejos partidos no fundo, em que mais do que um utente já se cortou. O mofo que cobre as paredes daqui a pouco é tão denso que vai poder ser vendido a metro para fazer tapetes...

É este o país que temos. Houve e há dinheiro para encher os corredores de posters, as paredes de LCDs gigantes para os quais ninguém olha, sofás que poderiam ser dispensados, um ginásio infantil que é muito engraçado mas costuma estar às moscas e pôr plantas novas na envolvente, entre outros "melhoramentos", mas não houve nem há dinheiro para tratar os monitores com dignidade, limpar as piscinas (tanques e paredes) e arranjar o fundo da piscina olímpica e as máquinas que fazem o tratamento da água com ozono.
Mostra bem as prioridades de quem manda no Complexo de Piscinas do Jamor. A preocupação máxima é ficar bonito para a fotografia; tomar banho e lavar os dentes são coisas de somenos importância.

6 comentários:

  1. Olá a todos,
    De volta às piscinas do Jamor passados 8 anos deparei-me, com tristeza e indignação, com a água verde, azulejos descolados, e os mais variados tipos de objectos no fundo.

    Quanto à água verde, está explicada pela avaria das máquinas. Para quando o arranjo?

    Quanto aos azulejos soltos, parece que devido a um encontro nacional, têm vindo a ser re-colocados.

    Quanto à sujidade no fundo, onde encontro um penso há mais de uma semana na pista onde nado...!!! Parece que não é a falta de dinheiro, nem de meios humanos, porque a máquina para limpeza está lá, e o técnico que limpa também. Mais faz parecer uma total falta de responsabilidade e de consideração dos responsáveis pelos utentes!

    É este o exemplo de serviço público que queremos?
    Claro que além de ver neste blog as queixas, gostariamos decerto todos de ver as explicações e soluções dessas queixas.

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  2. Caro Nuno Charneca,
    Pois nós também gostaríamos muito de poder escrever aqui as explicações e a solução, mas não está nas nossas mãos. Quanto ao IDP, terá certamente outras prioridades, como os LCDs e os sofás...
    Obrigado pelo seu comentário!

    ResponderEliminar
  3. http://lutapopularonline.blogspot.com/2011/02/manifesto-piscinas-do-jamora.html

    Força...

    ResponderEliminar
  4. Depois de alguns anos de inactividade, estou a pensar voltar a nadar, mas parece que a minha piscina de eleição está pelas ruas da amargura.

    Há algum desenvolvimento positivo depois dos testemunhos de meados de Fevereiro?

    Obrigado!

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente, não sabemos responder. Pedimos esclarecimentos formalmente, mas até à data, nada! Para dizer a verdade, não estamos particularmente surpreendidos... é normal da parte de quem manda achar que não tem de dar satisfações a quem paga!

    ResponderEliminar
  6. Agradeço desde já esta informação. Também estava a pensar retornar à natação neste espaço, isto após alguns anos de ausência mas parece que vou ficar só pela intenção. Vergonhoso como um espaço com tanta potencialidade é como quase sempre neste país mal gerido por verdadeiros incompetentes. No ultimo ano que lá estive (à mais de 2 anos) já tinha notado a degradação no serviço mas ao que parece nada mudou. As nódoas que administram aquilo ainda lá andam pelos vistos. Com o dinheiro que roubaram aos monitores deve ser um belo "tacho". Parabéns por destruírem tão facilmente o que terá custado tanto a construir e em tão pouco tempo.

    ResponderEliminar